Ademi PR

Blog

Mercado 26/08/2013
Compartilhe:

Feira de Imóveis terá multiplicidade de oferta e grande quantidade de empresas locais

Mais de 30 mil imóveis entre apartamentos, sobrados, casas e terrenos em condomínios, salas comerciais, conjuntos corporativos e imóveis de campo, no Paraná, especialmente em Curitiba e região metropolitana, e no litoral catarinense. Segundo o presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR), Gustavo Selig, a multiplicidade de habitações será a grande atração da 22ª edição da Feira de Imóveis do Paraná, que começa nessa quarta-feira (28/8) e segue até domingo (1º/9), na Expo Renault Barigui, em Curitiba. A entrada é gratuita.

Os imóveis ofertados compreendem desde habitações enquadradas no Minha Casa Minha Vida até os de luxo, com valor acima de R$ 1 milhão. De acordo com Selig, ganha destaque um novo tipo de produto: o imóvel novo e pronto para morar. “Desse modo, o cliente poderá adquirir um imóvel novo em qualquer uma das etapas construtivas do empreendimento, esteja ele na planta, em construção, na fase de conclusão e até mesmo aquele recém-entregue. A decisão vai depender da necessidade e da disponibilidade financeira do comprador”, ressalta.

O presidente da Ademi/PR diz que, embora o foco da mostra sejam os lançamentos para moradia, haverá opções em imóveis usados e habitações para locação. Apartamentos para investimento e para lazer, estes no campo ou na praia, também serão ofertados. “Considerando o perfil do público visitante, o evento tem se consolidado como uma boa oportunidade para as empresas com empreendimentos no litoral ou no interior apresentarem seus imóveis e divulgarem a sua marca”, ressalta. São esperados cerca de 40 mil visitantes.

Nesse ano, aproximadamente 50 construtoras, incorporadoras, imobiliárias e empresas relacionadas à construção civil vão participar da feira, que será realizada numa área de 3,4 mil metros quadrados. A maior parte dos expositores será de companhias locais. “Isso permite que o cliente conheça e negocie diretamente com os dirigentes das empresas, construindo um relacionamento que vai continuar mesmo após a entrega do imóvel. Além de segurança, essa proximidade fomenta o diálogo e facilita o atendimento das demandas de ambas as partes” destaca Selig.

A Ademi/PR, entidade promotora da exposição, prevê um montante de R$ 50 milhões em negócios vendidos e negociados nos cinco dias do evento. “A principal vantagem é que o cliente tem um panorama da oferta de imóveis num só lugar. Ele consegue ter acesso às principais empresas e agentes financeiros, sem precisar ficar rodando por toda a cidade”, explica Selig.

A Caixa Econômica Federal (patrocinador) e o Banco do Brasil (copatrocinador) vão participar da feira imobiliária informando sobre as novas taxas de juros e prazos de pagamento para financiamento imobiliário, bem como promovendo simulações para a contratação do empréstimo. Empresas de consórcio também garantem presença na mostra.

Mercado – O presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR), Gustavo Selig, diz que o mercado de lançamentos imobiliários atingiu um novo patamar na capital paranaense, tendo duplicado de tamanho nos últimos quatro anos. Hoje, são cerca de 20 mil unidades licenciadas a cada 12 meses em Curitiba, contra as 10 mil unidades de 2009. “Considerando que metade desse montante refere-se às construtoras e incorporadoras, pode-se dizer que o setor de imóveis novos mantém seu dinamismo, apesar dos desafios na economia”, avalia.

Para o dirigente, há uma nova tendência na concepção de projetos por parte das empresas, a maior parte delas locais. “Os empreendimentos estão ficando mais enxutos, com menos unidades e, cada vez mais, devem priorizar localização, tecnologia e o estilo de vida dos compradores”, avalia Selig. Para ter uma ideia, no primeiro semestre desse ano, não houve nenhum lançamento com mais de 300 apartamentos em Curitiba. Em 2010, eles chegaram a representar 10% da oferta de imóveis novos na cidade.

As entregas dos novos imóveis estão despontando em Curitiba. Para esse ano, a previsão da Ademi/PR é de que 14,4 mil unidades sejam concluídas, montante recorde. Nesse sentido, o maior volume deve ser de apartamentos econômicos, com preço de R$ 170.001,00 a R$ 250 mil) e standard (de R$ 250.001, a R$ 400 mil) que, juntos, vão representar 51,6% dos imóveis a serem entregues. “É importante destacar que a maior parte desses apartamentos está vendida. Curitiba mantém a sua margem de disponibilidade, em torno de 30% da oferta”, destaca Selig.

Serviço:

Data: 28 de agosto a 1º de setembro
– 28/8 (quarta-feira): das 18 às 22 horas.
– 29/8 (quinta-feira): das 17 às 22 horas.
– 30/8 (sexta-feira): das 17 às 22 horas.
– 31/8 (sábado): das 14 às 22 horas.
– 1º/9 (domingo): das 14 às 20 horas.
Local: Expo Renault Barigui, pavilhão de exposições do Parque Barigui (Rodovia do Café – km zero – BR 277).

Informações: www.feiraimoveispr.com.br

Compartilhe:
X