Ademi PR

Ademi PR

Blog

Mercado 06/05/2014
Compartilhe:

Imóveis novos têm valorização de 3,4% no primeiro trimestre em Curitiba

Apartamentos compactos puxaram a alta, com destaque para os studios, lofts e apartamentos de um dormitório, que acumularam variação de 7,8%.

O preço dos imóveis novos acumulou valorização de 3,4% em Curitiba no primeiro trimestre desse ano. Os dados são da pesquisa da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR), em parceria com a BRAIN Bureau de Inteligência Corporativa, que revelou que o valor médio do metro quadrado privativo para os apartamentos residenciais colocados à venda na cidade, em março, ficou em R$ 5.873,01.

Os imóveis compactos puxaram a alta no período. O maior reajuste foi para os studios, lofts e apartamentos de um dormitório que tiveram reajuste de 7,8%, chegando a R$ 6.545,00 o metro quadrado privativo. O segundo maior índice de atualização foi para os imóveis novos de dois dormitórios, que registraram crescimento de 3,4% do preço, com metro quadrado privativo a R$ 5.436,45.

Os apartamentos novos de quatro e três dormitórios foram corrigidos em 2,9% e 2,1%, respectivamente, com valor médio do metro quadrado privativo em R$ 7.795,36 e em R$ 5.774,18, nessa ordem. A variação mensal dos imóveis novos na capital paranaense foi de 1,6% em março, acima do Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA), que ficou em 0,92% no período.

O aumento mensal foi influenciado pelo reajuste no preço dos studios, lofts e apartamentos de uma dormitórios, que tiveram alta de 5,3%. As demais tipologias apresentaram valorização semelhante, com reajuste de 1%, 0,9% e de 1,1% para os apartamentos residenciais novos de dois, três e quatro dormitórios, respectivamente. Em relação aos últimos 12 meses, os imóveis novos na capital paranaense acumularam valorização média de 10,9%.

O presidente da Ademi/PR, Gustavo Selig, diz que o índice de valorização mensal é condizente com um cenário de pós boom imobiliário, caracterizado pelo aumento de preços, mas dentro de um patamar de regularidade, acompanhando a inflação. “A exceção se dá para as unidades de um dormitório que apresentaram maior variação pelo fato de os novos empreendimentos estarem em regiões bastante nobres, em que o valor dos terrenos continua elevado em função da escassez de áreas disponíveis. Isso favoreceu a opção das construtoras e incorporadoras por lançamentos de alto padrão”, analisa.

O levantamento da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR), em março de 2014, contou com uma amostra de 325 empreendimentos e 11.482 apartamentos residenciais novos (na planta, em construção ou concluídos), à venda por construtoras, incorporadoras e imobiliárias em Curitiba.

Bairros – Considerando os imóveis novos disponíveis para a venda em março, o Batel manteve-se na liderança para o maior valor do metro quadrado privativo para studios, lofts e apartamentos de um dormitório, em R$ 9.288,00, preço 9,3% acima do apurado para a tipologia, no mesmo local, em fevereiro. O bairro também detém os maiores preços do metro quadrado privativo para os apartamentos residenciais de dois e três dormitórios, em R$ 10.939,00 e R$ 9.442,00, respectivamente. Entre os imóveis novos de quatro dormitórios, o Ecoville permanece na liderança, com o preço médio do metro quadrado privativo a R$ 8.664,00.

Compartilhe:
X